corpo veleiro

“Corpo Veleiro pode ser uma performance, um filme de dança, uma instalação ou uma tela que habita um museu.”

Navegar é estar no meio, visitar lugar (entre) quando vamos de um ponto a outro. Descobri o corpo como veículo primeiro, país, recipiente, invólucro após uma longa viagem e a experiência de viver fora do Brasil. Em trânsito por novos mundos, atravessei experiências como estrangeira e nômade, cruzando interstícios culturais, idiomas e olhares que trouxeram uma urgência em reconectar origens, desvelar minha ancestralidade, revirar álbuns de família, interseccionar corpo, identidade e memória.

photo Shai Andrade

For
performance